Com a presença do diretor executivo do Grupo EZOS, Ricardo Regado, primeira edição aconteceu neste mês e reuniu dez funcionários

23/06/2022

O sucesso e crescimento de uma empresa acontece com a dedicação, principalmente, das pessoas que, diariamente, desempenham funções específicas e cruciais, possibilitando que o consumidor tenha acesso a um produto de qualidade. Dessa maneira, evidenciar a importância de cada colaborador se mostra imprescindível, de forma mais expressiva em indústrias com um alto número de funcionários.

Tendo isso em mente, a Fumacense Alimentos – com as marcas Kiarroz, RisoVita, Campeiro, Vilarroz, Kifeijão e Boby – implantou na matriz de Morro da Fumaça (SC), o projeto “Café com o Diretor”. O objetivo, além de reconhecer e valorizar o trabalho realizado pelos colaboradores, é aproximá-los da gestão do Grupo EZOS, holding que administra o negócio com o suporte de um Centro de Serviços Compartilhados. A ação foi idealizada pelo departamento de Desenvolvimento Humano Organizacional do grupo econômico.

De forma descontraída, o primeiro encontro aconteceu neste mês, no próprio museu da indústria. “Em uma hora de bate-papo, conseguimos evidenciar que nossos funcionários são o combustível da empresa e que cada serviço é extremamente importante. Escutei histórias incríveis e pude ver de perto como eles carregam a Fumacense Alimentos com carinho no peito. Muito mais que apenas um café, foi um momento para sabermos de melhorias que podemos fazer para tonar a jornada de trabalho cada vez mais prazerosa”, evidencia o diretor executivo do Grupo EZOS, Ricardo Regado.

Com o intuito de ter uma visão que inclua todos os setores, para esse momento foram convidados dez colaboradores de cada área da empresa, desde a parte de manutenção até a expedição. No evento, os funcionários puderam contar um pouco de sua história para o diretor executivo, bem como mostrar suas perspectivas do negócio.

“Essa inciativa foi muito interessante e de grande valia, por isso queria parabenizar a ideia. Com um olhar sincero para os colaboradores, o diretor está resgatando um dos principais valores da empresa, que é a participação deles junto com o pessoal que está no dia a dia da indústria. Fiquei muito feliz em pensar que, mesmo com uma agenda ocupada, ele conseguiu separar esse tempo para nos escutar”, destaca o mecânico Adilson Pereira, que atua há mais de 11 anos na empresa.

As outras unidades produtivas da Fumacense Alimentos, em Alegrete (RS) e Pombos (PE), também estão inclusas no projeto e o próximo passo é realizar o “Café com o Diretor” uma vez por semestre nesses locais. Já na matriz, o intuito é que esses encontros aconteçam mensalmente, sempre variando os convidados. Para a próxima edição, a indústria cerealista pretende conversar com colaboradores que ingressaram por último no negócio.